(11) 97334-7799
(11) 3044-2886

Calvície

Informações

Data Segunda à Sexta das 08:00 às 20:00 hrs.
Profissional(is) Dra. Silvia Zimbres, Dra. Alessandra Lindmayer

Detalhes

Alopecia, popularmente conhecida como calvície, é um conjunto de desordens que envolvem o estado de falta de cabelos ou pelos onde eles geralmente deveriam crescer, especialmente na cabeça.

Acredita-se que o padrão de calvície masculina ocorra, nas suas variadas formas, em aproximadamente 66% dos homens em algum ponto de sua vida. A calvície masculina é caracterizada pela redução de cabelos a partir das laterais da parte frontal da cabeça. Um local de calvície adicional pode desenvolver-se no topo da cabeça. Acredita-se atualmente que o gatilho para esse tipo de calvície, também conhecida como alopecia androgênica, seja a 5 alpha reductase, uma enzima que converte o hormônio testosterona em dihidrotestosterona, o que inibe o crescimento de cabelos geneticamente propensos do couro cabelo.

O padrão de calvície feminino, no qual a parte de linha média do cabelo fica rala, é menos comum. Acredita-se que a calvície feminina seja resultado da diminuição do estrogênio, um hormônio que geralmente contra-ataca o efeito da testosterona na queda de cabelo.

Há vários outros tipos de alopecia. A alopecia por tração é mais comumente encontrada em pessoas com rabo-de-cavalo ou tranças que puxam o cabelo com força excessiva. Traumas como quimioterapia, parto, cirurgia grande, envenenamento e forte estresse podem causar uma condição de queda de cabelo conhecida como eflúvio telógeno. Algumas infecções micóticas também podem provocar queda de cabelos. Alopecia areata é uma desordem auto-imune que resulta na queda de cabe de apenas um local (Alopecia areata localizada) a até todos os pelos por todo o corpo (Alopecia areatauniversal).

O diagnóstico deve ser realizado por um médico dermatologista para que esse determine as diferentes origens da queda. O mesmo irá proceder para o exame visual e tricoscopia do couro cabeludo, podendo solicitar exames complementares, prescrevendo medicações tópicas ou via orais para o tratamento.

Voltar